Foto: Mercedes-Benz

Tendências no Transporte para 2020

O ano de 2019 foi de muitas promessas para o transporte em 2020, mais em específico, a Fenatran trouxe uma projeção muito otimista para o mercado do transporte no início desse próximo ano. Destaque global, o mercado brasileiro  após altos e baixos bem nítidos se mostrou focado num desenvolvimento mais sustentável e com otimismo para as vendas, mesmo com PIB retraído. 

PROMESSAS

A evolução tecnológica no transporte e para o transporte é perceptível, a computação não vem mais trabalhando para, mas sim trabalhando com todas as áreas, e não seria diferente nesse setor. As inovações com foco na sustentabilidade e no desenvolvimento dos veículos fez com que as montadoras brasileiras trouxessem exemplos desde elétricos a substituição do Diesel pelo Gás, com isso nossa indústria conseguiu chamar a atenção dos investidores externos para a produção nacional novamente, em visões um pouco mais intensas, chamou atenção até mesmo de forma inédita. Um exemplo dessas inovações em veículos pesados foi a Volkswagen Caminhões e Ônibus ao anunciarem o primeiro e-Delivery, o primeiro caminhão elétrico da empresa. Para não ser diferente, a Mercedes-Benz apresentou o novo Actros e sua série de recursos, todos produzidos aqui no Brasil, e seu pacote tecnológico que conta com recursos como frenagem autônoma de emergência, a opção da substituição dos espelhos retrovisores por câmeras, entre outras novidades para maior automatização do veículo. Quanto ao e-Delivery da Volkswagen, muitas empresas como Bosch, CATL (fabricante chinesa de baterias), Moura, Semcon, Siemens, Weg, Meritor e Eletra se propuseram a serem os fornecedores do consórcio para o modelo elétrico que começa a ser fabricado em 2020 e entregue no segundo semestre do mesmo ano.  

Entretanto, as promessas para 2020 não se limitam a Volkswagen e Mercedes, pois a feira foi uma grande carga de novidades para o setor de transporte. 

Em contrapartida das atualizações digitais, a SCANIA focou em outro ponto interessante, o combustível. Seu pesado 6x2, V8 de 16.4 litros, que antes utilizaria gás natural, agora utiliza biogás, reforçando as questões de sustentabilidade apresentados pela marca. Além da sustentabilidade, que diminui a emissão de CO2 em até 90%, o foco também é no bolso dos usuários visto que o gás é mais barato que o Diesel. Ainda sobre a emissão de C02, o chefe mundial da área comercial da campanha, Mathias Carlbaum, foi enfático ao lembrar que o transporte é responsável por 18% das emissões no planeta: 

“Se somos parte do problema, precisamos ser parte da solução” disse Mathias. 

A VOLVO segue modesta para o mercado brasileiro, não apresentou muitas novidades e focou em seus lançamentos internacionais. Entretanto, como estamos falando das tendências para 2020 podemos citar rapidamente o lançamento, ainda sem previsão para chegar em território brasileiro, da Volvo. Assim como a Volkswagen, a empresa apresentou seu caminhão elétrico, mas com uma grande diferença, o caminhão elétrico será o mais rápido do mundo! Chegando a 276 Km/h, o Iron Knight (Cavaleiro de ferro) terá sua produção iniciada também em 2020. 

Para não deixar os consumidores brasileiros tristes, a empresa anunciou que no Brasil sairá uma série especial FH 40, em comemoração dos 40 anos de produção de veículos da Volvo aqui no Brasil.

FUTURO  

Quando analisamos as projeções futuras do transporte e logística, percebemos o quanto não é apenas a tecnologia que deve se atualizar, mas também todos nós, independente da área. Como dito, estamos vivendo em uma sociedade a cada dia mais interligada com os computadores. As funcionalidades criadas para deixar nossas tarefas automatizadas são inúmeras e aos poucos vem chegando na realidade dos brasileiros, visto isso é necessário que também busquemos nos aprimorar e compreendermos melhor sobre essas funcionalidades.

Os lançamentos e tendências de 2020 já são algumas das ideias de como nossos veículos já estão autônomos, mas mesmo estes realizando diversas das funções de forma automática, é necessário um conhecimento prévio do motorista ou usuário de como lidar com todos os com os principais comandos. Porém, não são apenas na parte dos veículos que a tecnologia afetará no transporte e logística, pois as empresas também passam por um processo de adaptação com toda uma sistemática automatizada até que as encomendas cheguem no transporte. 

  • Acompanhamento de entrega:

O que antes podia gerar problemas a quem recebe seus produtos por algum empecilho no rastreamento, está beirando a ter um acompanhamento direto em uma rede compartilhada via blockchain - Tecnologia de segurança utilizada em transações bancárias -. Ou seja, desde o vendedor até quem entrega ao cliente final estarão conectados na mesma rede podendo verificar as informações de forma direta. Logo, os dados digitais e serviços dos profissionais do transporte estarão mais seguros e o cliente terá um acompanhamento mais eficiente.

2020 E OS CAMINHÕES DO FUTURO

A Fenatram já mostrou ao público externo como o foco das montadoras para veículos automatizado está nos caminhões e ônibus. O investimento na evolução do transporte rodoviário é uma prioridade quando falamos de Brasil, pois não há dúvidas de que esse é nosso principal meio de transporte. O desempenho dessas promessas é muito importante para o investimento e desenvolvimento da tecnologia no transporte a nível nacional e internacional, mesmo em uma economia lenta, 2020 promete ser o início de uma notável evolução nos meios de transporte.

Mas e você, está preparado para essas novas tendências?

Até o próximo artigo!